Bárbara: Relato de uma gestação impactada pelo amor e acompanhamento

Home / / / Bárbara: Relato de uma gestação impactada pelo amor e acompanhamento

Aos 18 anos, Bárbara espera pelo nascimento do seu 3º filho. Ansiosa para conhecê-lo, conta que está grávida de um menino e ao descobrir a gestação com quase 4 meses, já procurou a unidade de saúde na região onde mora, em Itaporanga D’Ajuda (SE), para realizar o acompanhamento pré-natal.

Ao iniciar os exames, descobriu que estava com infecção urinária, mas, graças ao apoio da enfermeira Adiranir, conseguiu todo o suporte necessário para realizar o tratamento.

“Na ocasião, nós estávamos sem médico, mas eu pedi para uma profissional da urgência, que fica próximo do nosso posto, atender ela, porque o tratamento era à base de antibióticos”, relata Adiranir.

Bárbara vai em todas as consultas agendadas e conta que o acompanhamento desta gestação está sendo bem diferente das outras: “Antes eu não ia todo mês certinho e, às vezes, o médico faltava”, diz.

Para garantir que o atendimento continue sendo completo, Adiranir sempre toma a frente e deixa todas as consultas agendadas, sejam com a médica ou com ela. “Eu deixo os dois agendamentos feitos para ela não se perder e nem perder tempo em marcar”, completa a profissional.

Durante as consultas, Bárbara também é orientada para ter uma alimentação saudável, tira dúvidas sobre o parto e a amamentação. Inclusive, conta que ao amamentar os outros dois filhos sofreu muito ao lidar com as famosas ‘rachaduras’ no bico do seio. Com as orientações da enfermeira, ela aprendeu que a pega correta do bebê está diretamente relacionada a ter um aleitamento materno sadio e sem dor, como deve acontecer.

Amparada, a gestante conta sorridente e feliz sobre o que mais está ansiosa em toda a gestação: “Para ver o rosto do meu bebê!”

Entre 2018 e 2019, a Fundação Abrinq realizou o Programa Mortalidade Zero em Itaporanga D’Ajuda e São Cristóvão, em Sergipe, com o objetivo de reduzir o alto índice de mortalidade infantil na região. Para isso, desenvolveu treinamentos com os profissionais de saúde, como Adiranir, para orientá-los a priorizarem os atendimentos às gestantes e puérperas, especialmente em casos como o pré-natal. Só no último ano, 165 gestantes foram beneficiadas pelo programa.



Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Instagram
Fundação Abrinq