Programa Adotei um Sorriso muda a vida de Miguel. Conheça a história completa

Home / / / Programa Adotei um Sorriso muda a vida de Miguel. Conheça a história completa

A infância é uma fase fundamental para a prevenção de doenças nos dentes e na boca. É nela que a transformação e formação permanente da arcada dentária acontece. Por isso é tão importante ficarmos atentos à saúde bucal das crianças.

Miguel *, de 4 anos, é uma das 300 crianças que fazem parte do Projeto Quixote, localizado na capital de São Paulo, que tem a missão de transformar a história de crianças e adolescentes em situação de risco social. Desde o início do trabalho já foram realizados mais de 250 mil atendimentos a crianças, adolescentes e seus familiares.

Projeto Quixote

O projeto atua por meio de atendimentos clínicos, pedagógicos e sociais — com crianças em situação de vulnerabilidade — a fim de disseminar conhecimento, apostando na arte, na educação e na saúde como formas de aproximação e vinculação com as crianças e os adolescentes.

O Projeto Quixote foi ganhador do Prêmio Criança 2020, organizado pela Fundação Abrinq. A 23ª edição do prêmio foi voltada a projetos voltados à promoção da saúde mental das crianças e dos adolescentes.

Danilo da Silva, enfermeiro do projeto, conta que Miguel foi encaminhado à organização para uma possível avaliação com um psiquiatra, sendo atendido pela médica e acompanhado por ele, que também é enfermeiro no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS): “Ele apresenta várias comorbidades clínicas e necessitaria de um suporte maior por parte da nossa organização”, ressalta.

Após Miguel ser atendido, foram identificadas feridas em sua boca, que demandavam um acompanhamento especializado. Prontamente o Projeto Quixote entrou em contato conosco e, por meio do Programa Adotei um Sorriso, Miguel foi encaminhado para uma consulta odontológica.

Programa Adotei um Sorriso

Criado em 1997, o Programa Adotei um Sorriso tem como objetivo mobilizar e engajar dentistas que queiram se dedicar voluntariamente, oferecendo atendimento às crianças e/ou adolescentes em seus consultórios ou desenvolvendo uma ação de saúde preventiva nas organizações da sociedade civil que integram o programa. A iniciativa atende a todas as regiões do Brasil.

O voluntariado é o protagonista desta iniciativa. Atualmente, o programa conta com 233 profissionais voluntários. Ao longo destes 24 anos, 410 organizações já participaram do programa.

Ana Claudia Silva, dentista especializada em Odontopediatria e voluntária do Programa Adotei um Sorriso, se sensibilizou com o caso de Miguel e o atendeu em seu consultório para tratamento odontológico. Antes de iniciar o tratamento, o pequeno foi avaliado pela profissional para determinar quais procedimentos seriam necessários.

O tratamento é completo. São feitos exames para identificar os problemas de cada paciente e determinar quais os procedimentos necessários. “Fazemos tudo o que é necessário de acordo com cada um, como tratamento de canal e restauração”, exemplifica Ana Claudia.

“No caso do Miguel”, relata a dentista, “ele chegou no início de março com um quadro de estomatite, que são várias aftas na cavidade oral, mas a dentição dele não estava tão complicada assim, sendo necessário o tratamento de cárie em um dente. Mas era a primeira vez que ele vinha ao dentista. Ele é bem irrequieto e exige um pouco de jogo de cintura para mantê-lo na cadeira”, brinca Ana.

Segundo a especialista, o importante foi orientar a mãe a manter a prevenção e a continuidade do tratamento. Miguel encerra os cuidados neste mês de abril, mas já tem agendada visitas a cada seis meses com a dentista. “Vou seguir com ele enquanto precisar. É importante para vermos como está, realizar uma limpeza e aplicação de flúor. A higienização é muito importante para que ele não desenvolva nenhum tipo de doença na cavidade oral, como a gengivite e outras áreas”.

Para a dentista, ser parceira deste programa da Fundação Abrinq é recompensador. “Sou voluntária desde 1998 e é sempre um trabalho gratificante para toda a equipe”, conta a dentista. “Para mim é uma grande satisfação. Pretendo continuar ajudando o Adotei um Sorriso até me aposentar. É uma causa importantíssima. Qualquer ação que pudermos fazer em benefício aos menos favorecidos é muito importante. Levar os cuidados da saúde bucal a quem não tem acesso é essencial. O Brasil é um dos países com mais cárie dental no mundo. A prevenção começa desde cedo, ensinando a como usar a escova dental e detalhes da escovação, vai criando um hábito na criança”.

Já Danilo revela a satisfação da parceria conosco em prol da saúde e do bem-estar das crianças e dos adolescentes: “Sou responsável por encaminhar as crianças para o Programa Adotei um Sorriso e vejo como é gratificante este trabalho de poder dar uma assistência digna a pessoas tão necessitadas. O Miguel está feliz e bem tratado, a família não conseguiria uma assistência com tanta qualidade se não fosse essa iniciativa. Espero que possamos ajudar cada vez mais”, menciona.

Desde 2007, A Fundação Abrinq beneficiou mais de 290 mil crianças e adolescentes que, assim como Miguel, puderam ter acesso à serviços de saúde e atendimentos institucionais fundamentais para uma boa saúde bucal e qualidade de vida.

Quer mais informações sobre o Programa Adotei um Sorriso? Entre em contato com a Fundação Abrinq pelo e-mail adotei@fadc.org.br  ou WhatsApp (11) 94512-4119.

*  Nome e imagem alterados para preservar a identidade da criança.



Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Instagram
Fundação Abrinq